O Programa Coruja Especialista foi desenvolvido para se tornar um recurso de avaliação e monitoramento do processo de aprendizagem nos anos iniciais do Ensino Fundamental. É um instrumento computadorizado que avalia e gera relatórios em diversos eixos estruturantes das áreas de Língua Portuguesa, Matemática e Habilidades de Aprendizagem. Ainda dentro da proposta do Programa Coruja Especialista, mas sob a perspectiva de uma intervenção mais especializada alinhada aos resultados da avaliação, desenvolvemos uma série de quatro cadernos correspondentes aos quatro eixos que compõem o domínio das habilidades de aprendizagem do Coruja Especialista: Linguagem, Memória Operacional, Processamento da Informação e Cognição Social.

Processamento da Informação é o 3º caderno da linha à ser lançado. A proposta é oferecer um conjunto de atividades para estimular o processamento da informação de alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, mais especificamente aqueles que estão frequentando o ciclo de alfabetização. As atividades estão distribuídas em quatro blocos (representados pelas estações do ano) que apresentam graus diferentes de dificuldade para oferecer um repertório amplo que possa atender a um maior número de crianças, dentro da proposta da diferenciação da instrução. Os blocos não precisam necessariamente ser desenvolvidos na sequência do caderno.

O processamento da informação é um importante fator para o bom desenvolvimento da aprendizagem, pois relaciona-se à eficiência com que tarefas cognitivas são executadas, ou seja, como transformamos, armazenamos e aplicamos a informação. O processamento da informação influencia claramente as áreas de atenção, percepção e memória, e, consequentemente, as estratégias de aprendizagem empregadas para a aquisição, a retenção e a utilização do conhecimento.

O processamento da informação:

  • Relaciona-se à eficiência com que as tarefas cognitivas são executadas, ou seja, como transformamos, armazenamos e aplicamos a informação.
  • Tem influência direta sobre a aprendizagem, porque relaciona-se à eficiência das funções de atenção, percepção e memória.

A relação entre o processamento da informação e o uso de estratégias de aprendizagem é uma via de mão dupla. O processamento automático e bem-sucedido da informação favorece a aprendizagem e, por outro lado, o uso de estratégias eficientes ativa o conhecimento prévio e permite um processamento mais profundo da informação.

Ativar conhecimento existente anterior à instrução ou prover um diagrama visual mostrando como a informação está organizada são as melhores maneiras de facilitar a aprendizagem de informação nova. Construir inferências, por sua vez, envolve fazer conexões entre conceitos separados. E, por fim, a elaboração refere-se ao aumento do significado da informação por meio da conexão de nova informação a ideias já conhecidas.

As atividades propostas neste caderno focam no desenvolvimento do processamento da informação nas modalidades perceptuais auditiva e visual. Naturalmente, embora outras modalidades perceptuais não sejam objeto específico das atividades deste caderno, é importante lembrar que as experiências perceptuais são frequentemente multissensoriais e seu processamento multimodal. (De Gelder & Bertelson, 2003; Stein, 2012). Estudos emergentes têm se dedicado ao entendimento de como a percepção incorpora essas interações do processamento da informação sensorial (Chen & Spence, 2010; De Meo et al., 2015; Deroy et al., 2016).

Esperamos que esse repertório de atividades contribua para a prática clínica dos especialistas na área da aprendizagem!

Para adquirir este e os demais Cadernos de Intervenção do Coruja Especialista, clique aqui.