O período de retorno às aulas é acompanhado por emoções mistas de antecipação pelas novidades e pelo encontro com os colegas e ansiedade em relação aos desafios do novo ano. O tempo prolongado de férias modifica alguns hábitos familiares e da criança, e a adaptação inicial ao ano escolar pode ser mais demorada e, por vezes, um pouco difícil. Começar com o pé direito este novo ano acadêmico pode diminuir a ansiedade das crianças e ajudar a garantir um bom resto de ano na escola.

Abaixo estão descritas algumas dicas para melhor adaptação da criança ao início das aulas. Podemos dividir as estratégias em dois tipos: Organização Prévia e Acompanhamento da Criança.

  • Organização: Estruturação da rotina da criança semanas antes do início das aulas
  • Acompanhamento: Verificação das atividades escolares e de aspectos emocionais e de socialização da criança nas primeiras semanas de aula.

Antes do início das aulas, alguns passos já devem ser tomados. O segredo aqui é a organização. Neste sentido, tirar um tempinho antes do fim das férias para estruturar a rotina posterior (por mais que não pareça a coisa mais divertida a se fazer) pode facilitar muito o dia a dia escolar.

Dicas para a organização da volta às aulas:

  • Comprar os materiais escolares com antecedência. É interessante evitar deixar essa tarefa para a última semana de férias, já que isso pode aumentar o nível de ansiedade dos pais e da própria criança logo antes do retorno à escola.
  • Verificar os documentos enviados pela escola.
  • Colocar na agenda as datas de atividades já estabelecidas pela escola.
  • Pode-se também criar um calendário com a criança para acompanhamento de suas atividades e tarefas, e colocá-lo em um lugar visível.
  • Verificar o ambiente futuro de estudo da criança. É importante pensar em um local com poucos estímulos e que tenha todos os materiais necessários para estudo. A criança pode auxiliar neste processo, de acordo com sua idade.
  • Estabelecer um local fácil para a criança colocar os recados da escola (por exemplo, pregar na geladeira).
  • Reorganizar a rotina de sono e alimentação pelo menos uma semana antes do início das aulas.
  • Ainda que não seja necessário fazer tarefas escolares durante o período de férias, pode ser útil enquadrar atividades como a leitura de livros de interesse da criança nas últimas semanas de férias. Isso facilita o retorno ao hábito de estudo posterior.
  • Na primeira semana de aula, é importante já estabelecer com a criança os horários para estudo e para o restante das atividades da criança.
  • Atividades extracurriculares podem ser interessantes e mesmo necessárias, mas devem se encaixar na rotina do aluno e ser, o tanto quanto possível, prazerosas para a criança. Excesso de atividades pode gerar estresse e não contribuir com novos aprendizados. É importante estabelecer os horários destas atividades considerando também o tempo de transporte e preparação para a atividade, de modo a garantir que a criança também tenha seu tempo de lazer.

Além da organização para o início das aulas, é importante estar atento à adaptação da criança já nas primeiras semanas de escola.

Dicas para acompanhamento da criança:

  • Converse com a criança sobre como ela está se sentindo em relação à volta às aulas. Isso pode ajudar a identificar possíveis queixas, de modo a se criar estratégias para seu manejo.
  • Busque perguntar à criança o que aconteceu na escola, além de verificar o uso da agenda e auxiliá-la caso haja dificuldades.
  • Verifique se as atividades estão sendo feitas adequadamente e reforce a criança quando ela cumprir suas tarefas.
  • Verifique se a criança menciona colegas de classe e observe como está ocorrendo sua integração com o grupo. Principalmente quando a criança é inserida em um grupo novo de alunos, é mais fácil formar amizades e criar interações já no início do ano escolar. Por isso, ficar atento quanto à socialização da criança neste período é importante.
  • Se observar que a criança fala pouco ou evita conversar sobre a escola, busque conversar com o professor ou outros membros da escola.

Neste texto, apontou-se algumas dicas para melhor adaptação das crianças no início do ano acadêmico. Embora possam parecer muitos passos a se seguir, o objetivo é que este seja um guia a ser consultado, mais do que uma checklist de coisas a se fazer. A mensagem final é que, com um pouco de organização antes das aulas e acompanhamento mais próximo da criança nas primeiras semanas de aula, é possível garantir que a volta às aulas seja mais tranquila tanto para os pais quanto para seus filhos, e que ajude a estabelecer um bom restante de ano.

Referências

Feinberg, T., & Cowan, K. C. (2004). Back-to-school transitions: Tips for parents. Bethesda, MD: National Association of School Psychologists. Retrieved from http://www.nasponline.org/resources/home_school/b2shandout.aspx

Isabela Sallum

Psicóloga e Mestre em Medicina Molecular pela Universidade Federal de Minas Gerais