Os cinco livros da série Psicossoma formam uma coleção pioneira sobre a Psicossomática Psicanalítica no Brasil que abriu caminho para outras publicações sobre o tema.
Os livros reúnem trabalhos de experientes profissionais de diferentes horizontes teóricos, práticas clínicas e pertinências institucionais que discutem as relações mente-corpo, suas manifestações normais e patológicas, os desafios por elas apresentados para os profissionais de saúde, bem como os dispositivos clínicos para o tratamento de tais manifestações.
Os autores evidenciam a importância da multiplicidade de olhares integradores, necessários para dar conta da complexidade das manifestações humanas, propondo a integração de aspectos fundamentais para compreender tanto o sofrimento no corpo, como o sofrimento psíquico e social.

Psicossoma I:
Psicanálise e psicossomática define os fundamentos de uma psicossomática psicanalítica, demarcando seu campo clínico e institucional no tratamento dos fenômenos psicossomáticos em diferentes momentos da vida e infância e em doenças específicas como asma, câncer, AIDS, hipertensão arterial e outros.

Psicossoma II:
Psicossomática psicanalítica amplia o debate desses temas desenvolvendo uma reflexão clínico-institucional sobre a psicossomática e também outras questões relacionadas à formação dos profissionais de saúde e à pesquisa, como a psicossomática aplicada às situações de trabalho, o ensino da psicossomática nos programas da graduação em psicologia, medicina e em nível de especialização.

Psicossoma III:
interfaces da psicossomática reflete a maturidade clínica e científica de reflexões originais dos autores e pesquisadores no campo da psicossomática psicanalítica no Brasil. Além de temas clássicos da psicossomática, transcende a psicossomática stricto sensu explorando suas interfaces com a conversão histérica, a hipocondria, os distúrbios alimentares e do sono, etc.

Psicossoma IV:
Corpo, história e pensamento propõe a compreensão das manifestações do sofrimento humano na atualidade, que tem no corpo uma forma privilegiada de expressão. Ao discutir a complexidade crescente de algumas doenças, em suas articulações com o feminino, com as dinâmicas familiares, sociais e com o ambiente de trabalho, com as novas expressões da sexualidade, com a prática médica, e muitas outras, revelam a importância da compreensão do contexto histórico para alcançar o sentido de um pensamento sobre essas manifestações.

Psicossoma V:
Integração, desintegração e limites continua o desenvolvimento desse pensamento em outras dimensões do contínuo entre a doença somática e o adoecer psíquico (aí incluída a psicose), e o sofrimento em geral, como o fenômeno da violência, manifestações específicas da adolescência, da organização psicossomática no envelhecimento, na família, aprofundando também a especificidade da compreensão do psicossomática no processo diagnóstico, no trabalho do clínico e também na saúde pública.

Garanta já essa coleção, clique aqui e saiba mais:

Confira também o vídeo em que psicólogos, médicos e psicanalistas relatam as contribuições da Psicossomática Psicanalítica para a ampliação de sua prática clínica, particular e institucional, no tratamento das manifestações contemporâneas do sofrimento.