As transexualidades são, sem dúvida, a manifestação da sexualidade que interroga da forma mais radical as noções de sexo, gênero, identidade sexual, desejo e “orientação” sexual.
E, por extensão, o conceito de normalidade e o de patologia.

Em 1952, ocorreu na Dinamarca a primeira cirurgia oficialmente comunicada de ‘mudança de sexo’, retratada no filme A garota dinamarquesa. Desde então, as mudanças discursivas em torno das transexualidades vem tomando consistência e ganhando visibilidade em todo o mundo, fazendo com que as reivindicações dos sujeitos trans têm sido cada vez mais ouvidas, garantindo-lhes um reconhecimento social.

Nas últimas décadas, os estudos de gênero, as teorias queer e as teorias críticas têm produzido uma desconstrução do sistema hegemônico sexo/gênero, e denunciando a ideologia que o sustenta.

O 1º Encontro Interfaces da Psicologia propõe debater as transexualidades em uma perspectiva transdisciplinar, para que possamos discuti-lo em seus múltiplos aspectos.

Inscreva-se e participe! Será no dia 26/10, às 19h, na Livraria da Vila (São Paulo).

Aproveite para adquirir o livro “Transexualidades”  e levá-lo na sessão de autógrafos que acontecerá logo após o nosso bate-papo!